R$35,00

Entregas para o CEP: Alterar CEP
Calcule seu frete
Descrição

QUEM SOU

Já fui rede de pescar camarão. Mas bastou eu dar um furo aqui e outro ali para os pescadores me abandonarem. Só que continuei dando a volta por cima. Agora, várias artesãs fazem de mim pulseiras super charmosas e incríveis. Ou seja, a maré melhorou muito para o meu lado. 

 

COMO SOU

Material: Rede de pescar camarão, descartada pelo pescador, recortada em fio.

Tamanho: 2,5 cm de largura ; 6,5 cm de diâmetro.

 

QUEM ME FEZ

Redeiras, um grupo de artesãs da Colônia de Pescadores São Pedro – Z-3, localizada no extremo sul do Brasil. Elas transformam lixo em arte, reciclando escamas de peixe, redes de pesca e couro de peixe. O grupo é orientado pelo Serviço de Apoio a Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Sul (Sebrae/RS), que executou o planejamento de cada etapa do projeto.

É no segundo distrito de Pelotas (RS) e banhada pela Laguna dos Patos, que cerca de 1,1 mil famílias buscam o sustento através da pesca. Em um lugar de tanta riqueza cultural, belezas e lendas, as artesãs da Colônia Z-3 retiram do material descartado pelos pescadores a matéria prima para suas peças. O couro da corvina, tainha, cascuda e linguado, vira tecido para criativas bolsas, chaveiros e detalhes ornamentais de lenços. As redes de pesca, que serviram para arrastar safras de camarão, se transformam em charmosas bolsas, carteiras e necessaires, tecidas em um rústico tear. Pelas mãos habilidosas das artesãs, as escamas de peixe se viram delicadas biojóias. São colares, pulseiras e brincos, que misturam escamas e prata, aliando criatividade ao requinte.

 

A Coleção Redeiras traz em cada produto um pouco da vida dessas mulheres artesãs, que resistem bravamente ao andar apressado dos tempos moderno. Elas lançaram suas redes de sonhos nas águas da Laguna dos Patos e hoje apresentam uma safra de peças encantadoras, que além da beleza artesanal estão carregadas de realização.