CHAVEIRO FLOR XADREZ DE TECIDO REUTILIZADO - AMI CYCLE

Código: 774

R$56,90


Entregas para o CEP: Alterar CEP
Calcule seu frete
acessorios ami cycle artesanal artesanato artesanato brasileiro chaveiro feito a mao handmade made in brasil reaproveitamento sustentavel tecido upcycling

Descrição

Cada rosa tem a sua cor. A nossa, porém, tem um colorido sustentável.

Ela é feita à mão, com retalhos de tecidos que sobram nos estoques das indústrias têxteis de Joinville (SC), a “Cidade das Flores”.

Pode ser um chaveiro e muito mais. É, também, enfeite de bolsa e, se borrifada com óleos essenciais, tem utilidade na aromaterapia ou serve de difusor de perfume no interior do seu carro.

Reparou como ela é bonita? Dá pra ver que é a sua cara?

 

Especificações
Material: Retalhos de tecido reutilizado
Argola: ⊘ 2,5 cm
Mosquetão: Cor sortida (roxo, vermelho, verde ou rosa)
Medida Aproximada da Flor: ⊘ 12,5 cm
Comprimento Total Aproximado: 24 cm
Peso: 60 g

 

Quem Faz?

A Ami Cycle surgiu em 2020, durante os primeiros meses da Covid-19. A inspiração para o nome é perfeita. Ami vem da união do amor com a amizade entre as três fundadoras da marca. Cycle, porque a pandemia representa um novo modo de viver que circunda as pessoas e gira ao redor de toda a Terra.

As habilidades das três fundadoras da Ami Cycle podem servir de exemplo para você. Eliane transforma o barro em arte. Sua criatividade também sabe dar um toque de beleza a objetos de madeira, de tecidos e de fios de algodão. Fátima conhece tingimentos naturais que enriquecem a sua costura. Já a Mauren é capaz de imaginar qualquer coisa para fazer em tricô, crochê ou bordado.

O trio tem consciência do quanto a colaboração é importante nos dias de hoje, seja entre as três amigas, seja entre a rede de artesãs que elas reúnem quando precisam criar coleções e outras peças feitas à mão.

Eliane, Fátima e Mauren compreendem mais que nunca a necessidade de preservar nosso planeta mais limpo e saudável. Por isso, criam seus produtos a partir da reutilização de materiais descartados e de sobras de produção. As lonas de banner, sombrinhas, guarda-chuvas com defeito, ripas, retalhos e outras matérias-primas são recolhidas nas vizinhanças, na associação municipal de catadores de resíduos sólidos e em indústrias do setor têxtil, todos da região de Joinville (SC).

Dependendo da época, muitos já chamaram ou chamam Joinville de "Cidade dos Príncipes", "Cidade das Flores", "Cidade das Bicicletas" e "Cidade da Dança". Agora a Ami Cycle trabalha para fazer da cidade um lugar definitivamente sustentável.

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade. Saiba mais

Estou de acordo