BOLSA LAGOA DOS PATOS MARINHO/TURQUESA EM REDE DE PESCA REAPROVEITADA - REDEIRAS

Código: 824

R$309,90


Entregas para o CEP: Alterar CEP
Calcule seu frete
artesanal artesanato artesanato brasileiro bolsas feito a mao handmade made in brasil moda consciente reaproveitamento rede de pesca redeiras sustentavel upcycling

Descrição

 

Feita de rede de pescar camarão descartada por pescadores e tecida em tear manual, essa bolsa em cores matizadas é símbolo de moda sustentável.

 

Seu nome é inspirado na maior laguna da América do Sul, localizada em Pelotas (RS).

 

Com ela, você está pronta para carregar vários objetos sem perder o charme e a elegância.

 

Praticidade com beleza não são apenas as vantagens que você leva. A bolsa possui um formato retangular amplo, alças largas e resistentes, além de um acabamento refinado, como você gosta. É protegida com forro e contém um bolso com botão de pressão na parte interna.

 

Preparada para ouvir elogios? Então você já pode sair com a sua bolsa artesanal e exclusiva Lagoa dos Patos.

 

Material Sustentável

Algodão e rede de pescar camarão descartada por pescadores, cuidadosamente higienizada, tingida e reutilizada no trançado em tear manual.

 

Tamanho

Bolsa: 40 cm x 43 cm

 

Peso

428 g

 

Cuidado com a Peça

Se necessário, lave manualmente com sabão neutro. Não use máquina de lavar.

 

Quem faz

As Redeiras são artesãs que vivem e trabalham na Colônia de Pescadores Z3, banhada pela Lagoa dos Patos, em Pelotas (RS). O grupo é composto basicamente de mulheres e familiares de pescadores da localidade, que encontram no artesanato uma fonte de renda extra, independência econômica e valorização da autoestima, pelo reconhecimento do que sabem fazer bem feito e bem bonito.

 

Na colônia, tudo começa com a coleta de redes de pescar camarão danificadas e já sem serventia, para que não fiquem jogadas nas ruas, em galpões velhos e nas águas da região. É um tipo consciência ambiental genuína e comunitária de pessoas que se importam, de fato, com a limpeza e conservação do meio ambiente onde moram.

 

Depois de higienizadas e tingidas, as redes são recortadas de ponta a ponta e trançadas fio por fio em teares rústicos ou em crochê, dando origem a bolsas, carteiras, colares, pulseiras e outros sonhos de consumo femininos simplesmente deslumbrantes. Não se nota todo o esforço para criar cada peça. Apenas sua beleza e requinte, que persistem no tempo.

 

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com a nossa política de privacidade. Saiba mais

Estou de acordo